Contos, crônicas e cartas

Blog ativado em: 16/maio/2010

domingo, 27 de fevereiro de 2011

* Diálogo

.


A - Você é meu companheiro.

B - Hein?

A - Você é meu companheiro, eu disse.

B - O quê?

A - Eu disse que você é meu companheiro.

B - O que é que você quer dizer com isso?

A - Eu quero dizer que você é meu companheiro. Só isso.

B - Tem alguma coisa atrás, eu sinto.

A - Não. Não tem nada. Deixa de ser paranóico.

B - Não é disso que estou falando.

A - Você está falando do quê, então?

B - Eu estou falando disso que você falou agora.

A - Ah, sei. Que eu sou teu companheiro.

B - Não, não foi assim: que eu sou teu companheiro.

A - Você também sente?

B - O quê?

A - Que você é meu companheiro?

B - Não me confunda. Tem alguma coisa atrás, eu sei.

A - Atrás do companheiro?

B - É.

A - Não.

B - Você não sente?

A - Que você é meu companheiro? Sinto, sim. Claro que eu sinto. E você, não?

B - Não. Não é isso. Não é assim.

A - Você não quer que seja isso assim?

B - Não é que eu não queira: é que não é.

A - Não me confunda, por favor, não me confunda. No começo era claro.

B - Agora não?

A - Agora sim. Você quer?

B - O quê?

A - Ser meu companheiro.

B - Ser teu companheiro?

A - É

B - Companheiro?

A - Sim.

B - Eu não sei. Por favor, não me confunda. No começo era claro.
Tem alguma coisa atrás, você não vê?

A - Eu vejo. Eu quero.

B - O quê?

A — Que você seja meu companheiro.

B - Hein?

A - Eu quero que você seja meu companheiro, eu disse.

B - O quê?

A - Eu disse que eu quero que você seja meu companheiro.

B - Você disse?

A - Eu disse?

B - Não. Não foi assim: eu disse.

A - O quê?

B - Você é meu companheiro.

A - Hein?


(Ad infinitum)



.
.

3 comentários:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

"SUSPIROOOOOO...!!!!!!"ameiii!!!belooo!!
beijso meus!!

Paulo Francisco disse...

Lindo esta conversa íntima...
Um beijo.

Poliana Fonteles disse...

Ain que confusão.. meio que me perdi... rsrs..

muito legal seu blog....o caio é o máximo...